dieta vegetariana

Será que dieta vegetariana é boa para emagrecer? Muita gente acredita que toda comida vegetariana é sem calorias e não engorda, o que acaba levando a erros e exageros que podem aumentar o peso e até mesmo criar problemas de saúde.

Ser vegetariano está cada vez mais popular com o interesse em buscar uma vida mais saudável e com hábitos mais naturais. Mas a falta de conhecimento dos alimentos podem criar combinações que levam ao ganho de peso e a perda dos nutrientes diários necessários.

Porém é possível criar cardápios deliciosos, dentro de uma dieta bem elaborada e que permite o emagrecimento muito mais rápido do que nos métodos convencionais. E com muita saúde e força, o que não acontece com quem simplesmente deixa de comer.

Os perigos do abuso na comida vegetariana

A má substituição das proteínas da carne por alimentos ricos em carboidratos é fatal para uma dieta de emagrecimento. Com a deficiência de proteínas, o cérebro processa essa necessidade aumentando o desejo em consumir mais carboidratos. O excesso de massas e arroz não traz nenhum benefício, ao contrário, apenas engordam. Principalmente quando acrescidos de molho branco e queijo.

Os molhos podem ser vilões ou mocinhos de uma dieta, dependendo da qualidade e quantidade ingerida. Molhos pesados com creme de leite e maionese devem ser evitados. Já os com azeite e iogurte podem ser a substituição adequada para incrementar saladas e massas.

Os salgadinhos vegetarianos engordam tanto quanto os outros. As massas feitas com farinha integral possuem fibras que ajudam na digestão, mas também tem muitos carboidratos que se unem aos cremes e queijos dos recheios que quase sempre o acompanham. Assim como os sanduíches com pão integral.

O excesso de frituras acentua a gordura dos pratos e além de engordar fazem mal a saúde. Da mesma forma que o abuso de açúcar, muitas vezes desmedido nos sucos naturais. E até mesmo os sucos naturais podem ser engordativos, dependendo da fruta escolhida como açaí, coco, banana e caqui.

Como emagrecer com dieta vegetariana

Não é preciso passar fome e muito menos comer algo ruim para emagrecer. A comida vegetariana é deliciosa e capaz de saciar prazerosamente a saciedade do indivíduo, assim como todas as suas necessidades nutricionais.

O corpo precisa de carboidratos, gorduras, proteínas, água, vitamina e sais minerais, ministrados em bebidas e alimentos do consumo diário. Sua falta ou excesso pode prejudicar a saúde e causar transtornos como o aumento de peso.

A dieta vegetariana não pode ter falta de proteínas, de ferro, de vitamina B12, zinco e cálcio, itens comuns de serem deficitários em alimentações vegetarianas equivocadas. O cardápio precisa ter alimentos compostos com alto potencial de relevância ao organismo, fundamentados na perda de peso como foco.

Com o direcionamento correto, a pessoa que se dedica a fazer uma dieta 100% vegana pode perder duas vezes mais peso do que qualquer outro tipo de dieta onívora ou carnívora.

Alguns procedimentos precisam ser adotados antes de começar na prática a dieta vegetariana. Primeiro o corte de refrigerantes, em especial os que tem açúcar, mas não deixe de se hidratar com muita água, água de coco e sucos. Também corte os produtos industrializados que possuem muitos conservantes que são prejudiciais a saúde e engordam.

Faça as três refeições diárias necessárias e entre elas, coma frutas e outros alimentos leves para a saciedade temporária. É também importante nunca encher o prato de comida e sim a medida certa para se alimentar, sem se empanturrar. Nunca esqueça que “menos é mais”, principalmente na dieta.

Uma dieta deliciosa

Para começar, escolha carboidratos integrais e nunca os refinados, já que possuem fibras que auxiliam na digestão, o que ajuda a emagrecer. Os pães, massas e arroz integrais são também muito mais nutritivos.

Assim como os carboidratos integrais, o consumo de grãos é essencial para uma boa alimentação vegetariana. Eles causam uma ótima sensação de saciedade, o que diminui a vontade de “beliscar” entre as refeições e acabar caindo na tentação de comer algo indevido a dieta. Cevada, grão de bico, lentilha, granola, quinoa, trigo, centeio e cevada são alguns dos mais indicados.

Mas evite comer nozes e amêndoas, oleaginosas que mesmo possuindo nutrientes importantes para a saúde, também são mais pesadas que muitas frutas e sementes. Controle também o consumo de queijos gordurosos, mesmo se estiverem em versões vegetarianas, já que sua gordura engorda. Opte pelos magros como ricota, mesmo assim sem exageros.

É verdade que grande parte dos produtos da linha diet engordam. Eles apenas substituem o açúcar por itens em geral mais gordurosos e pesados que trazem muito mais caloria que os padrões. Escolha os produtos light, que definem alimentos com menos calorias, assim como os desnatados.

O açúcar faz mal para qualquer tipo de dieta e mesmo sendo ou não refinado precisa ser abolido ou radicalmente diminuído. Prefira beber sucos ao natural, com o próprio açúcar da fruta e acrescentar adoçantes menos agressivos para fazer sobremesas. Já conhece o açúcar de côco?

Dentre os legumes, verduras e frutas mais indicados para dietas de emagrecimento estão a abobrinha, rabanete, chuchu, pepino, acelga, abóbora, aipo ou salsão, beterraba, espinafre, couve-flor, brócolis, feijão, alface, cebola, alho, tomate, limão, abacaxi, manga, figo, pêssego, maça, melancia e ameixa. E evite batata inglesa, milho, mandioca e mandioquinha.

Gostou dessas dicas? Compartilhe! Assine nossa newsletter para maiores novidades. 

Kit Body Protein