Comidas e hábitos que podem dar dor de cabeça e como combatê-la

dor de cabeça

Dor de cabeça é terrível, incomoda, tira nossa concentração e atrapalha todo nosso dia. Mas alguns hábitos ajudam intensificar ou iniciar esse incomodo. Veja o que fazer para prevenir dores de cabeça. 

A dor de cabeça, também conhecida como cefaleia, nada mais é do que a dor/incômodo em qualquer parte da cabeça. Esses dores podem ser persistentes ou não, de apenas um lado da cabeça ou em ambos, isoladas em apenas um local, podem irradiarem de um ponto a outro, podem ser latejantes, graduais, repentinas, podem durar minutos, horas ou até mesmo inúmeros dias.

Estima-se que pelo menos 65 milhões de brasileiros de todas as faixas etárias sofrem ou já sofreram com dores de cabeça frequentes.

As causas para a dor de cabeça são as mais variadas possíveis – não à toa, existem mais de 200 tipos de cefaleia. Sintomas paralelos a ela são os que costumam auxiliar o médico no diagnóstico e na prescrição do melhor tratamento para a condição.

Mas afinal, você sabe quais são as principais causas para a dor de cabeça? A seguir, confira tudo sobre este assunto.

dor de cabeça tratamento e prevençãoPrincipais causas da dor de cabeça

Entre os mais comuns gatilhos e hábitos que podem resultar em dor de cabeça podemos destacar:

Estresse

A liberação de altas doses de cortisol e adrenalina, causadas pelo estresse, são comuns gatilhos para a dor de cabeça. Além disso, pressão no trabalho e rotinas estressantes de modo geral também podem levar à manifestação frequente de cefaleia.

Noites mal dormidas

Com a diminuição da melatonina, hormônio sintetizado durante o sono, as dores de cabeça também tendem a aparecer. Isso ocorre porque o hormônio ajuda a evitar dores de modo geral – com destaque para a enxaqueca.

Calor excessivo

As épocas mais quentes do ano tendem a aumentarem também a incidência de dores de cabeça. Só para se ter uma ideia, a cada 5 graus a mais, aumentam em 7,5% os casos de cefaleia na população.

Manter posturas incorretas por longos períodos

Esse hábito causa uma dor de cabeça específica, a “cefaleia tensional”. Isso acontece porque, quando a coluna e os nervos ficam comprimidos em posições incorretas por muito tempo, a dor passa a afetar a cabeça e, inclusive, pode se tornar crônica.

Ficar muito tempo sem comer

Ficar longos períodos sem se alimentar leva a diminuição dos níveis de glicose no sangue – o que também é conhecido como hipoglicemia. O hábito estimula o processo de vasoconstrição no corpo, provoca a liberação de adrenalina e resulta em dores de cabeça.

Fazer esforço exagerado (ou nenhum esforço)

Tanto o sedentarismo como o esforço exagerado – tanto no sexo como após a prática de atividades físicas – também pode levar a dores de cabeça.

Exposição a cheiros fortes

Como de determinados perfumes, gasolina, cigarro, solventes ou outros – também pode levar ao surgimento de dores de cabeça. Não existe uma comprovação específica e/ou científica para essa causa, uma vez que não há muito conhecimento sobre a relação entre a dor de cabeça e determinados cheiros.

E após conhecer os hábitos que mais levam ao surgimento da dor de cabeça, uma curiosidade: você sabia que muitos alimentos também podem causar a cefaleia? Confira mais sobre este assunto no tópico a seguir.

Comidas que podem dar dor de cabeça

Alguns alimentos que podem desencadear dores de cabeça e até mesmo crises de enxaqueca são:

1. Alimentos ricos em ‘aminas’ – embutidos, cerveja, chocolate, queijos do tipo maturados e repolho. A substância pode favorecer a dor de cabeça ao alterar o calibre dos vasos de sangue cerebrais.

2. Bebidas alcoólicas – substâncias como a tiramina e histamina (presentes no vinho e cerveja, por exemplo) podem não só desencadear como agravar quadros de dor de cabeça.

3. Cafeína – alimentos como o chá preto, café, energéticos e refrigerantes também podem causar dores de cabeça, principalmente quando consumidos em excesso ou quando combinados a determinados medicamentos.

4. Frituras – ricos em ácidos leonéicos e oleicos, alimentos gordurosos também pode levar a contração dos vasos sanguíneos do cérebro, o que resulta em dores de cabeça.

5. Lipídeos – bolachas recheadas, manteigas e margarinas, embutidos, queijo amarelo, frituras, requeijão, leite integral e doces em geral também podem causar dores de cabeça pela presença de proteínas alergênicas tais como a caseína e beta lactoglobulina.

Como tratar e prevenir dores de cabeça?

Para prevenir dores de cabeça nossas principais dicas são:

-> Busque entender o que está desencadeando a sua dor de cabeça, avaliando seus hábitos e alimentos consumidos;
-> Descanse bem e em lugares silenciosos e escuros;
-> Hidrate-se, tomando pelo menos 2 litros de água por dia;
-> Busque manter hábitos saudáveis e fuja do sedentarismo;
-> Prepare-se para lidar com o estresse.

Já em relação ao tratamento, na grande maioria dos casos, a automedicação é válida. Para enxaquecas, os anti-inflamatórios são os mais recomendados, enquanto dores mais leves podem ser tratadas com analgésicos.

Porém, se as dores de cabeça são frequentes – ocorrendo 3 ou mais vezes na semana – o ideal é conversar com o seu médico sobre a condição. Isso fará com que medicamentos específicos sejam prescritos.

Além disso, caso a dor de cabeça seja combinada com demais sintomas, a visita ao médico se torna ainda mais fundamental – visto que a condição pode ser um pouco mais séria do que o previsto.

Esse artigo aliviou sua dor de cabeça? Então compartilha! 

Kit Body Protein