Sexo tântrico: entenda como esta prática pode incrementar sua vida amorosa

Tudo o que é bom dura pouco? Não quando o assunto é sexo tântrico. Esta prática sexual focada nas sensações do contato entre os amantes e não unicamente no orgasmo tem como uma de suas principais características a duração da relação sexual, que chega a ultrapassar quatro horas.

Tem tempo pra saber mais? Então, continue a leitura para entender um pouco melhor essa prática milenar.

Aproveite a viagem do sexo tântrico

De origem oriental, a prática do Tantra é datada de mais de 5 mil anos atrás. Seu principal objetivo é promover o amor e a conexão entre o casal por meio da consciência corporal.

O Tantra precisa de tempo (muito tempo) para ser realmente efetivo. Para você ter uma ideia, considera-se ejaculação precoce quando acontece em menos de uma hora. Diferente do sexo ocidental contemporâneo, o orgasmo não é o maior objetivo no sexo tântrico.

É uma conseqüência natural , que pode ser potencializada (os chamados “hiperorgasmos”), mas não é o destino. Nessa modalidade de sexo, o destino é o próprio percurso.

Olhos nos olhos

Entregar-se à troca de olhares durante o sexo é um dos princípios básicos do tantra. É uma maneira de entrar no clima e manter a conexão. Isso significa luzes acesas (pode ser meia luz, luz de velas…).

O ideal é que a troca de seja acompanhada pela respiração sincronizada: inspirar e expirar juntos. Recomendam-se também as palavras de afeto, afinal, o sexo tântrico baseia-se no amor.

LEIA TAMBÉM

Saiba mais sobre os óleos essenciais
Tabus sexuais que você deve deixar pra lá
Aproveite essas receitas afrodisíacas

O toque 

A massagem é indispensável no Tantra. Como no tantra é a mulher quem conduz o ritual, ela pode iniciar a massagem no parceiro: tocar todo o corpo, buscando aguçar a sensibilidade, inclusive nas partes geralmente esquecidas.

O parceiro, sem dúvida também deve retribuir, toques longos e circulares. Não tenha receio: apostar nos óleos e cremes de massagem, brincadeiras com texturas (cabelos e lenços, por exemplo), sensações de quente e frio, tudo é permitido, desde que seja prazeroso para os dois.

É importante também não segurar a voz: sussuros e gemidos vão deixar o prazer ainda mais intenso.

O tempo

Como já dissemos, o objetivo primordial do sexo tântrico não é o orgasmo, mas o orgasmo vem, tanto para mulheres quanto para os homens, ainda que não haja ejaculação. Talvez você se pergunte se isso é possível? Sim, pois o orgasmo ocorre momentos antes da ejaculação.

Portanto, se o homem não ejacula, ele pode ter diversos orgasmos numa única relação sexual. Outra diferença está na penetração, que não tem a obrigatoriedade do movimento e deve ser realizada lentamente. Isso tem algumas implicações: autoconhecimento, autocontrole e intimidade.

Para que tudo dê certo, porém, é preciso esquecer o tempo, deixar a pressa de lado e dedicar-se sem deixar pressões externas ou tabus tomaram a frente.

E enfim, como termina? Só quando ambos estiverem plenamente satisfeitos e esgotados fisicamente.

Se você quiser entender melhor, esta matéria da revista Istoé poderá ajudá-lo, assim como o site da escola Cia. do Ser  e o livro Livro: “ O Guia Completo do Sexo Tântrico ” – (Editora Madras). 

Conhece alguém que se identifica com esses preceitos? Então compartilhe o artigo!.E para ficar sempre por dentro das notícias e promoções ShopViva, siga-nos no Facebook.

Deixe uma resposta