Conheça o treino funcional e descubra se ele pode ser bom para você

treino funcional

Imagine transformar alguns dos movimentos corporais mais frequentes no dia a dia como agachar, correr, levantar, empurrar num treino de condicionamento físico. Imaginou?

Pronto, você acaba de entender o princípio básico do chamado treino funcional! Neste post a gente explica melhor pra você como funciona e ainda lhe dá algumas dicas de exercícios para fazer em casa.

O que é o treino funcional

Uma das principais características do treino funcional é trabalhar todas as regiões do corpo de maneira integrada. A base são movimentos naturais do ser humano, como pular, correr, puxar, etc, tirando a tensão de musculaturas como bíceps, peitorais e quadríceps.

Na maior parte dos casos, o foco é a sequência dos exercícios em que o atleta utiliza o peso do próprio corpo. A prática é recomendada para quem busca um corpo atlético, mas sem excesso de músculos
Este tipo de treinamento faz com que seu cérebro tenha que pensar para realizar o movimento. Isso aumenta a coordenação motora e percepção corporal. 

É mesma coisa que musculação?

Não. A diferença deste tipo de treino para a musculação é que o treino com pesos vai trabalhar cada grupo muscular separadamente e necessariamente utiliza aparelhos.

Também não é a mesma coisa que o Crossfit, modalidade que, embora também utilize movimentos funcionais, trabalha com a alta intensidade e variação constante.

Mas, vale a pena mencionar que um tipo de treino não exclui ou anula o outro: muito pelo contrário, você pode intercalar os dias de treino na academia e outros, funcionais.

LEIA TAMBÉM

Saiba mais sobre a creatina

Veja as melhores dicas para treinar ao ar livre

Exercite-se em casa com estes 4 exercícios

Onde treinar

As diferenças entre o treino funcional e a musculação estimulam muita gente a querer trocar a academia por outros espaços, saindo da rotina, por vezes monótona, da musculação.

Isso porque, como não depende exclusivamente dos aparelhos, o treino funcional pode ser realizado em casa, em lugares abertos (praças, parques, praia), além, claro, da própria academia.

Mas, não é porque é possível treinar em casa que é recomendável treinar sem orientação. Os benefícios desse tipo de treino são inquestionáveis, mas o risco de lesão pode aumentar conforme aumenta o nível dos exercícios.Portanto, para decidir se o treino funcional é o ideal para você, converse com um preparador físico.

Quer tentar movimentos funcionais em casa? Experimente os exercícios abaixo, baseados nas sugestões do site Hora do Treino. Exercícios em casa

Pular corda
Pegue a corda pelas extremidades ou no local reservado para as mãos;
Alinhe seus pés sobre o chão;
Passe a corda por trás do corpo e gire-a para iniciar os saltos;
Esses saltos podem ser alternados e variados;
Inicie essa prática com 4 séries de 15 saltos.

Saiba mais como pular corda: Clique aqui 

Agachamento unilateral
Posicione um cabo de vassoura ou outro ponto de apoio à frente de seu corpo;
Alinhe seu corpo de frente para ele com uma perna à frente da outra;
Uma perna deve ser posicionada atrás de seu corpo;
Flexione o seu joelho a fim de agachar o mais próximo possível do chão;
A sua perna posicionada à frente deve formar um ângulo de 90 graus quando flexionada;
Retorne à posição inicial;
Repita esse movimento em 3 séries de 10 repetições para cada perna.

Veja mais: Agachamento unilateral – Pistol Squat

Escadaria 2 por 1
Suba uma escada de aproximadamente 26 degraus de dois em dois degraus.
Desça devagar, de um em um.
Repita esse treino funcional  2 vezes; se a escada for menor é só fazer mais vezes.

Gostou? Compartilha!

Para ficar sempre por dentro das novidades ShopViva, siga-nos também no Facebook.

Kit Body Protein